domingo, 22 de janeiro de 2012




Cerejeira do Japão
Se um dia os beijos de amor
tivessem aberto em flor
nos lábios das doces gueixas

e por milagre voassem
como borboletas loucas
que roubassem dessas bocas
a cor
onde quer que elas pousassem
seria a festa
da sedução
do mistério
do encanto

do chamamento ao espanto
aos milagres de Beleza
das bênçãos que o Criador
espalhou por sua mão
ao criar a inefável
Cerejeira do Japão

Maria José Rijo
(25 de Fevereiro de 2008)
( ...para um Jardim Japonês…)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário,é muito importante pra nós.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.