quinta-feira, 21 de junho de 2012

Chegou o I N V E R N O !!!


Dia de Inverno, dia normal como qualquer outro.No entanto diferencia-se na sua beleza, sim porque Inverno não é só sinal de tristeza.

Quem não gosta de um dia junto à lareira?

Um dia junto à janela a ver a chuva a cair lá fora e a molhar tudo o que a nossa visão nessa altura alcança. A refrescar a maldade que alguns fazem na natureza…Quem não gosta de pensar na sua vida num dia de Inverno? Quem não gosta de usar roupa quentinha naqueles dias de muito frio? E apreciar as inúmeras coisas quentes que nessa altura existem? 
Para mim Inverno não significa época triste, muito menos uma altura em que se anda de cabeça baixa por causa do tempo. Para mim significa uma altura em que se pode apreciar a natureza de uma forma refrescante e onde podemos pensar na vida…Sem que nada nos atrapalhe, pois à nossa volta existe um ambiente e sentimento de ajuda e sossego, que nos permite concentrar e concluir melhor sobre o nosso pensamento.


É uma altura de compaixão, onde as pessoas se juntam mais e se falam de uma forma mais carinhosa e sem pressas, onde há festas que “provocam” essa união e como tal deve-se agradecer a existência desta altura. Nem só de diversão e calor se vive, é necessário também um espaço de tempo para recuperar energia e força para se poder viver em grande e na máxima força a altura quente. Como tal a época de Inverno é vital para equilibrar uma pessoa.
lareira

Eu adoro a época quente, mas também gosto da época em que o oposto se evidencia. Gosto de apreciar a natureza nesta altura, de pensar, reflectir, apreciar momentos que na época quente não o posso fazer. O problema de se ficar molhado com a chuva é o mesmo problema de se apanhar um escaldão no Verão, são consequências da época e como tal devemos nos prevenir para tal… 
Viva também o Inverno!
Escrito por: João Filipe Ferreira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário,é muito importante pra nós.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.