quarta-feira, 1 de maio de 2013

Mensagem


A Cigarra e a Formiga



A cigarra deprimida se perguntava:
Por que sou tão diferente?
Enquanto a formiga tanto trabalhava
Eu cantava feliz e contente.
 
Um sabiá que tudo assuntava,
Disse num tom muito elegante,
Cara cigarra, a formiga se preocupava;
No futuro, descansar tranquilamente. 
 
Diz o ditado que; quem canta seus males espantam.
Porem, o mal pior é a preguiça de não trabalhar.
A cigarra cantou alegremente até morrer.
 
Cantar também é um trabalho, porem muitos condenam.
Cada um trabalha com o dom que melhor desempenhar,
A cigarra quanto a formiga, fizeram o que sabiam fazer.
José Aparecido Botacini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário,é muito importante pra nós.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.