terça-feira, 30 de julho de 2013

Como usufruir das Ervas?

 por 
Para tirar o melhor proveito das ervas mágicas a melhor indicação é colhe-las na hora e na maneira correta. As ervas frescas ainda não perderam, as suas funções vitais. As ervas que são vendidas ressecadas não são muito recomendáveis, pois as funções são reduzidas. Devemos colher as ervas do mesmo modo que colhemos o cetro : com carinho e respeito, não deixando de sentir gratidão. As ervas nunca devem ser arrancadas violentamente ou desnecessariamente, pois jamais devemos prejudicar ou matar os seres vivos, por menor que sejam.
Para momentos de sobrecarga emocional ou depois de discussões ou quando os pensamentos negativos são muito recorrentes podemos usar:

  • Mil em ramas : tem um efeito tônico, revitalizante, digestivo, como uma esponja, absorve as energias negativas.
  • Arruda : no caso dos banhos, não tem função medicinal, mas age como protetora e purificadora do corpo e da mente, libera inveja, mau-olhado e negatividade.

Guiné – também ajuda na limpeza energética usar poucas folhas na mistura.
Alfazema – tem efeito antidepressivo, anti-séptico calmante e relaxante, ajuda a limpar o astral e traz tranqüilidade.
Malva – calmante, evoca proteção e equilibra as emoções.
Hortelã -  é adstringente, analgésico, antidepressivo e anti-séptico, purifica, protege e atrai a energia do amor e saúde.
Como usar?
Mentalize que você  está embaixo de uma cachoeira ou um rio cristalino, pense que a água está levando embora tudo o que o impede de prosseguir na vida com calma e alegria. Faça os banhos por infusão quando a água ferver, desligue e coloque um punhado da erva que você precisa usar naquele momento, abafe e quando estiver em temperatura agradável, coe e após seu banho normal jogue a mistura do pescoço para baixo.Link

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário,é muito importante pra nós.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.